domingo, 23 de setembro de 2007

Parada e Paradela

Parada (lat. parata, "preparada", "arranjada") era o foro que o povo pagava aos senhores da terra, bispos, autoridades eclesiásticas e senhoriais, quando por ali apareciam ou "paravam". essa obriga consistia em terem prontos mantimentos ou dinheiro para manter e aposentar os senhores e sua comitiva. Paradinha e Paradela pagavam um foro menor.

Parada (Pt. e Gz.)
Parada de Baixo
Parada de Cunhos
Parada de Ester
Parada de Gatim
Parada de Gonta
Parada de Labiote (Gz.)
Parada de Monteiros
Parada de Pinhão
Parada de Sil (Gz.)
Parada de Tibães
Parada de Todeia
Parada do Bispo
Parada do Bouro
Parada do Monte
Paradela (Pt. e Gz.)
Paradela de Ansiães
Paradela de Baixo
Paradela de Cima
Paradela de Guiães
Paradela de Lorvão
Paradela de Monforte
Paradinha
Paradinha de Besteiros
Paradinha do Outeiro
Paradinha Nova
Paradinha Velha
Paravedra (Gz.) - de Parada Vedra
Pardavedra (Gz.) - de Parada Vedra
Prada (Gz.) - de Parada

3 comentários:

Jo Lorib disse...

Parada tem um sentido diferente aqui, refere-se a pontos onde o trem ou comboio podiam parar, mas não eram estações completas e nem todos os comboios ali paravam. Seria uma estação secundária. Parada de Taipas em SP e Parada de (S.)Lucas, no RJ, as que me ocorrem agora. E se for parar em São Paulo,os aviões de POA fazem escala em SAO , nem que seja por meia hora, me avise que se puder vou até o aeroporto tomar um café consigo. Abraço

o viajante disse...

em Portugal há gente que pensa que "Parada" e seus derivados tem o significado que tem no Brasil. mas na Galiza e em Portugal o topónimo significa outra coisa, mais antiga, conformo refiro no post.
quanto a São Paulo, receio que não vai dar para a gente se encontrar. já passei duas vezes em Guarulhos, mas só de fugida. a próxima vez será para ir embora e a uma hora que suponho imprópria. se der tempo e eu tiver acesso à net, como tenho aqui em Porto Alegre, comunicarei.
teria todo o gosto em tomar um café consigo.

o viajante disse...

ói, Jo,
estou de regresso ao real.
devo uma explicação: uma viagem de grupo, com horários apertados e a horas incríveis não permitiu que nos encontrássemos. espero que em próxima ocasião, em viagem calma e de família, isso seja possível.
abraços desde Coimbra.
PS. quanto mais conheço o Brasil mais gosto.