quarta-feira, 7 de novembro de 2007

a língua portuguesa no mundo

no Uruguai passa a ser obrigatório o ensino da Língua Portuguesa a partir do 6º ano de escolaridade, já no próximo ano lectivo de 2008. o facto é a consequência lógica da criação do Mercosul e do peso económico e cultural do Brasil nesse Mercado.
já tive eu mesmo ocasião de constatar no Chile e na Argentina a relativa facilidade com que se encontra alguém que fale Português. aprendido no Brasil ou por causa do Brasil. essa realidade económica transnacional originou já um aumento em flecha da procura do ensino e da prática da Língua Portuguesa no Paraguai, na Argentina e no Uruguai, pelo que a medida do Governo Uruguaio consiste, simplesmente, em obrigar a comer quem já tem fome que chegue.
é a altura de percebermos o que se passa no Mundo. não são os nossos semi-dialectos peninsulares e suas variantes, tribalidades e teimas, não é sequer essa algaravia que se fala em Lisboa - uma arrogante mistura de gramática inglesa com palavras pernósticas sacadas ao dicionário da Academia e pronúncia eslovaca - que farão o futuro da Língua no Mundo.
por isso me daria uma incontrolável vontade de rir que alguns professores de Português, dessa espécie de língua que se fala em Lisboa, achassem que a decisão do Uruguai é uma oportunidade de emprego.
e antes do mais porque professores de Língua Portuguesa já o Uruguai tem. e nas zonas fronteiriças com o Brasil tem até falantes de Português como língua materna, que aí passa a ser reconhecida como língua principal, à frente do Castelhano.

5 comentários:

José de Alencar disse...

O que me causa incontrolável vontade de rir são essas pessoas ignorantes que continuam chamando a língua brasileira de "portuguesa", há séculos não falamos "português" no Brasil, se é que algum dia sequer o falamos.

o viajante disse...

enfim...
se não fala, escreve. não é, José?

Anônimo disse...

Era só o que faltava mesmo, os portugas escrevem Uruguai com "Y". UruguaY afffff...

o viajante disse...

tem toda a razão. aí vai: URUGUAI!
e é claro, vocês em questão de Português não perdoam. são rigorosos mesmo!

Ronaldo disse...

Tanto a algaravia de amálgama de inglês, com léxico português e pronúncia eslovaca, quanto o que é chamado de "língua brasileira" são variantes da língua portuguesa. Não podemos ignorar esta realidade. Temos uma língua que, apesar dos anacrônicos ranços nacionalistas, não perdeu seu caráter internacional.