sábado, 5 de setembro de 2009

suevos

povo originário do norte da Europa, das margens do Báltico, ou Mare Suevorum, os Suevos estabeleceram-se no Noroeste Peninsular, no séc V, fundando um reino sobre o tradicional território da Galécia, ou seja, das Astúrias até (quase) ao rio Tejo. ao todo os suevos nom ultrapassavam 30 000 almas. espalharam-se pelo reino, entre senhores e labregos, deixando memória toponímica, de uns de outros. sobre os nomes de proprietários suevos que deixaram marca toponímica já deixei registo anterior.
outro legado suevo terá sido a posterior divisão da Galécia em duas partes, separadas polo baixo Minho, pois por aí se dividiram as duas tribos: os Quados e os Marcomanos.
cabe agora falar das aldeias cujo povoamento se deve a colonos suevos. há vários povoados na Galiza com esse topónimo: "Suevos". e tamém "Sueve", à letra: "do suevo", sem outra designação.

10 comentários:

Pablo disse...

Suegos é outra variante de Suevos. Os detalles deste rastro toponímico están neste post:
http://frornarea.blogspot.com/2008/09/suevos-e-suegos.html

Por certo, que xunto aos quados e marcomanos tamén viñeran os buros, que tamén deixaron outro topónimo explícito nas Terras de Bouro.

Un saúdo

Anônimo disse...

Nada disto têm credibilidade. Quais as fontes bibliográficas? E desde quando os Árabes estiveram na Península Ibérica? Não foram berberes principalmente do Atlas, convertidos à força e invadidos apenas 50 anos antes? Não é o El comum em todas as línguas semíticas? E o povo que aqui vivia evaporou-se? Pensam que isto era um deserto onde meia dúzia de estrangeiros veio colonizar e nomear? Já no séc. III AC, Anibal e Asdrubal marchavam da Península em 2 exércitos (Onde os Iberos eram consideardos forças de élite). A nossa toponomía têm milhares de anos, 3.000-5000.

E como bibliografia aqui fica: "As Origens Orientais da Religião Popular Portuguesa e Estudo de Toponomía" - Moisés Espiríto Santo.
Ou "5.000 anos de Cultura a Oeste" do mesmo autor.

A nomeação de locais obedece sempre a factores de reconhecimento geográfico, não existem adjectivações de valor relativo como "Belo" ou "Lindo".

Uma das qualidades da Ciência são é a repetição e obtenção do mesmo resultado, assim aqui fica um pequeno exercício:

O que têm em comum geograficamente a seguinte toponomía: Cova da Moura, Mouraria, Muro, Mourelos?
E em que língua?

o viajante disse...

boa fonte me cita, sr. "Anónimo!! ahahah!

o viajante disse...

homem, que ainda me prova que "Suevos", "Nafarros", "Estorãos", "Limãos" e "Galegos" são topónimos de origem Fenícia... olhe, mais tempo e mais adentrados que os Fenícios por cá, andámos nós na Guiné e em Angola, na Índia e assim, e não deixámos essa moreia de topónimos que, a crer na sua fonte, os Fenícios cá "deixaram"...

o viajante disse...

e não se incomode. no final do trabalho será publicada a bibliografia que consultei. mas nem tudo consultei.há muita coisa de meu neste blogue e nesta investigação. uma coisa lhe digo, por fim: essa fonte que me refere não fará parte da Bibliografia. é que os exércitos romanos tamém eram formados quase só por não romanos. e espalharam o latim,que,como saberá, não era uma língua semita.

Jorge disse...

Na miña opinión os suevos, como tales, non deixaron case pegada na toponimia, outra cousa é que sí a deixaran na onomástica. Froito diso, as máis das veces nomeando nomes de posesores, aparecen unha boa cantidade de lugares derivados dun nome suevo/xermánico de posesor.

Saúdos

o viajante disse...

tem toda a razão, Jorge.

O Galaico disse...

Os povoados com toponímia Sueva são CENTENAS no Norte de Portugal.

Basta consultar a grandiosa obra da Universidade do Minho: MINHO TRAÇOS DE IDENTIDADE, e verificar os mapas correspondentes.

A quem quiser mando a digitalização.

Ha que ter em conta que foram os Suevos que implementaram a base do modelo de organização do território que ainda há poucos anos era a base da sociedade Portuguesa.

Falo vos das PARÓQUIAS.

Quanto ao anónimo, não sei se será ironia, hipocrisia ou ambos o facto de exigir fontes e postar um comentário sem nome...

o viajante disse...

excelente comentário de O Galaico e preciosa informação. muito obrigado. acrescento que a minha postagem (ou entrada) se refere exclusivamente a topónimos que de forma direta se referem a povoamentos por suevos. mais atrás já tinha feito referência a topónimos que se referem a proprietários suevos.

O Galaico disse...

Ja vai ha muito mas aqui vai as digitalizações acerca da organização Suevica no Entre Douro e Minho incluindo um mapa referente aos topónimos germânicos nesta mesma área: http://www.forum-gallaecia.net/viewtopic.php?f=25&t=1122&start=0