terça-feira, 24 de setembro de 2013

Picha

os habitantes desta aldeia do concelho de Pedrógão Grande, distrito de Leiria, divertem-se com o sentido brejeiro que pode ter a palavra que dá nome à sua terra. e, tanto quanto sei, já perderam a memória do seu significado original, o qual, assim o julgo, é claro como água.
de acordo com o Dicionário Estraviz, que nos é comum a portugueses e galegos, significa "órgão genital masculino" (fam.), é certo, mas também "fonte pequena que deita água". de facto, é possível que o nome da terra derive do segundo significado. a palavra "picha" tem, nesta aceção, as paralelas "picho" e "pichel", ambas associadas à ideia de água ou dispositivos que a recolham ou por onde ela escorre. ainda desta família, existe o "picheleiro", palavra do Norte de Portugal e da Galiza que designa aquele que faz recipientes de lata ou de estanho para água ou vinho. existe ainda a "picheira", que será o mesmo que "pichel", vasilha para tirar vinho das pipas ou caneca ou infusa de onde se bebe ou se tira o vinho para os copos.
fica também claro que "picha", no sentido brejeiro da palavra, está mais associada à ideia de órgão por onde sai a urina (a "água") do que, propriamente, ao sentido de órgão sexual.
Deste modo não se estranhe que as duas conotações se juntem frequentemente. é o caso do Manneken Pis, em Bruxelas.
em Lisboa há o "Jardim das Pichas Murchas", cujo significado é, agora, óbvio: "jardim das bicas (ou fontes) secas".

4 comentários:

Masús L. disse...

Olà, A Picha é um lugar da paroquia de Mesia na Galiza. Onde eu moro chamase-lhe picho, por onde sae a auga da fonte. "Pichar": que bota auga. " A fonte picha" .
Um saùdo.

josé cunha-oliveira disse...

pois. estamos de acordo. agradeço a sua achega. muito importante.

Xosé González disse...

Se contearmos picha, picho, pichoca, picheira e pichón, aparecen cerca de 400 topónimos na Galiza.
Parabéns polo blogue!
Xose

Francisco Santos disse...

Picheleira é um bairro de Lisboa.