quarta-feira, 12 de novembro de 2008

boidobra

a antiguidade desta vila do concelho da Covilhã fez esquecer a origem e o significado do seu nome, o qual, pela pronúncia que hoje tem, em língua alheia à original, dá azo a explicações mais ou menos arbitrárias. a terminação -bra implica uma origem celta em briga, que significa "castro ou fortificação no alto". a primeira parte, boido, é também celta e refere-se ao divino Boduus. a "tradução" talvez se torne óbvia: Boidobra: "o castro ou fortaleza de Boduus". é, pois, um caso de "monte santo".

2 comentários:

Calidonia disse...

Dubra, Río Dubra, Val do Dubra... mmmm...

o viajante disse...

Boidobra fica na margem direita do Rio Zêzere e, portanto, a ideia de se tratar de um hidrónimo vem à mente com facilidade. podia também pensar-se que Boi está ligado à ideia de "pedra", o que abunda por lá... então, seria “o rio das pedras”, cousa bem possível, sabendo-se da existência de hidrónimos de várias origens linguísticas com o mesmo significado. o problema são as pedras no rio.
já a terminação em -briga e a ligação à divindade Boduus estava presente em Bodobrica ou Boudobriga, ópido que existia nas margens do Reno na época romana. e, além disso, em Boidobra há um curioso culto à Senhora da Estrela, que nos empurra mais para a teonímia.
e mesmo as explicações correntes que fazem radicar o topónimo em Boi d'Obra...não dispensam a lenda da construção de uma capela.