terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

bouça e touça

"bouça", palavra e topónimo muito frequente na Galiza e no Norte de Portugal, é quase certamente de origem pré-romana. significa "matagal", "lugar onde cresce vegetação bravia, como o tôjo, a giesta e a urze", "lugar que só cria mato", "porção de terreno que está a monte", "devesa".
não raramente, o topónimo "Bouça" aparece associado a lugares de interesse arqueológico.

"touça", é igualmente pré-romana e o seu significado emparelha com "bouça", diferenciando-se na altura e na concentração do mato, sendo que em "touça", o mato é mais alto e mais basto.

"touça" tem a variante "toiça" em Portugal. mas nenhuma das variantes se pode confundir com toiça ou touça: "a parte do tronco que fica agarrada ao solo depois da árvore ser abatida".


A Bouça Alta (Gz.) - graf. altern.: "A Bouza Alta"
A Bouça da Barra (Gz.) - graf. altern.: "A Bouza da Barra"
A Bouça da Galinha (Gz.) - graf. altern.: "A Bouza da Galiña"
A Bouça Grande (Gz.) - graf. altern.: "A Bouza Grande"
A Bouça Velha (Gz.) - graf. altern.: "A Bouza Vella"
As Bouças (Gz.) - graf. altern.: "As Bouzas"
As Boucinhas (Gz.) - graf. altern.: "As Bouziñas"
As Boucinhas do Rio (Gz.) - graf. altern.: "As Bouziñas do Rio"
A Touça (Gz.) - graf. altern.: "A Touza"
Bairro das Toiças (Pt.)
Bouça Fria (Gz.) - graf. altern.: "Bouza Fría"
Boiça (Pt.)
Boiça de Baixo (Pt.)
Boiça de Cima (Pt.)
Boicinha (Pt.) - diminut. de "boiça"

Bouça (Pt. e Gz.) - graf. altern.: "Bouza". no concelho de Mirandela (Pt.), esta

Bouça da Cabra (Gz.) - graf. altern.: "Bouza da Cabra"
Bouça da Cova da Moura (Pt.)
Bouça da Cruz (Pt.)
Bouça da Fonte (Gz.) - graf. altern.: "Bouza da Fonte"
Bouça da Giesta (Pt.)
Bouça da Mó (Pt.)
Bouça da Pega (Pt.)
Bouça da Pena (Gz.) - graf. altern.: "Bouza da Pena"
Bouça da Pousada (Pt.)
Bouça das Almas (Pt.)
Bouça das Valas (Pt.)
Bouça da Telheira (Pt.)
Bouça de Cá (Pt.)
Bouça de Cima (Pt.)
Bouça de Rodas (Pt.)
Bouça do Couto (Pt.)
Bouça do Frade (Pt.)
Bouça do Gaiteiro (Gz.) - graf. altern.: "Bouza do Gaiteiro"
Bouça do Menino (Pt.)
Bouça do Monte (Pt.)
Bouça do Monte de Castro (Pt.)
Bouça do Ouro (Pt.)
Bouça dos Mortos (Pt.)
Bouça do Senhor (Pt.)
Bouça do Viso (Gz.) - graf. altern.: "Bouza do Viso"
Boucela (Pt.) - diminut. de "bouça"
Boucelha (Pt.) - diminut. de "bouça"
Bouça Fria (Gz.) - graf. altern.: "Bouza Fría"
Bouça Grande (Pt.)
Bouça-Mé (Pt.)
Bouça Nova (Pt.)

Bouça Rara (Gz.) - graf. altern. "Bouzarrara". é uma "bouça pouco espessa", "pouco cerrada"

Bouça Redonda (Pt. e Gz.) - graf altern.: "Bouza Redonda" e "Bouzarredonda"

Bouças de Abaixo (Gz.) - graf. altern.: "Bouzas de Abaixo"
Bouças Vedras (Gz.) - graf. altern.: "Bouzas Vedras"
Bouça Velha (Pt. e Gz.) - graf. altern.: "Bouza Vella" e "Bouzavella"
Bouças Velhas (Gz.) - graf. altern.: "Bouzas Vellas"
Bouçoa (Gz.) - graf. altern.: "Bouzoa". diminut. de "bouça"
Bouçó (Pt. e Gz.) - graf. altern.: Bouzó". diminut. de "bouça"

Bouçós (Pt. e Gz.) - graf. altern.: "Bouzós". diminut. plural de "bouça". o mesmo que "boucinhas"

Cã das Bouças (Pt.)
Campo das Bouças (Gz.) - graf. altern: "Campo das Bouzas"

Casa de Touça Boa (Pt.) - em Ribeira de Pena. Affonso Augusto Moreira dos Santos Penna, sexto presidente do Brasil, era filho de Domingos José Teixeira Penna, oriundo desta Casa

Casal da Toiça (Pt.)
Fonte da Bouça (Pt. e Gz.) - graf. altern.: "Fonte da Bouza"
Fonte da Touça (Pt.)
Lagoa da Toiça (Pt.)
Lama das Bouças (Gz.) - graf. altern.: "Lama das Bouzas"
Paço da Touça (Gz.) - graf. altern.: "Pazo da Touza"
Poça das Bouças (Gz.) - graf. altern: "Poza das Bouzas"
Quinta da Toiça (Pt.)

Rabo de Bouça (Gz.)
Regato da Bouça de Cristo (Gz.) - graf. altern.: "Regato da Bouza de Cristo"

Regato das Bouças (Gz.) - graf. altern.: "Regato das Bouzas"

Regato da Portela da Bouça (Gz.) - graf. altern.: "regato da Portela da Bouza"

Regueiro das Bouças (Gz.) - graf. altern.: "Regueiro das Bouzas"
Rio de Bouças (Gz.) - graf. altern.: "Rio de Bouzas"

Santo Amaro da Bouça (Pt.) - coexiste a alternativa "Santo Amaro da Boiça"

Tapada de Bouças (Gz.) - graf. altern.: "Tapada de Bouzas"
Touça (Pt. e Gz.) - graf. altern.: "Touza". em Portugal ver aqui
Touça da Velha (Gz.) - graf. altern.: "Touza da Vella"
Touça de Valbom (Gz.) - graf. altern.. "Touza de Valbón"
Touça do Carbalho (Gz.) - graf. altern.: "Touza do Carballo"
Touça do Castro (Gz.) - graf. altern.: "Touza do Castro"
Touça do Lobo (Gz.) - graf. altern.: "Touza do Lobo"
Touça Galinha (Mir.)
Touça Longa (Gz.) - graf. altern.: "Touza Longa"
Touça Nova (Gz.) - graf. altern.. "Touza Nova"
Touça Redonda (Gz.) - graf. altern.: "Touza Redonda"
Touças (Gz.) - graf. altern.: "Touzas"
Touça Velha (Gz.) - graf. altern.: "Touza Vella"
Tousa ou Touza (Tun.) - ???

9 comentários:

Jo Lorib disse...

Preciso da ajuda do amigo viajante. Um editor da Wikipédia quer introduzir o termo Geonímia no artigo Toponímia. É um estudante de Geografia da Univ. Federal do Rio de Janeiro (no Brasil o reducto dos toponimistas está justamente nas faculdades de Geografia). Eu não concordo muito, já lhe disse, mas preciso de mais embasamento, então apelo ao especialista. Que acha o doutor disso.

o viajante disse...

Jo,
Geonímia é praticamente sinónimo de toponímia.
Se tem diferenças, elas assentam mais nos propósitos do estudioso. Os geógrafos preferem geónimo a topónimo porque lhe dão um tratamento e utilidade diferente.
Se estudamos os nomes pelos nomes, no seu aspecto linguístico e semântico, toponímia está muito bem: é “a ciencia que estuda os nomes dos lugares”. Se estudamos os nomes pela sua localização geográfica, ou para efeitos de Cartografia, geonímia está bem: é “a ciência que estuda os nomes geográficos”. É óbvio que estas subtilezas têm mais que ver com as academias e suas necessidades de expressão.
De qualquer modo, eu acho muito mais trabalhos sobre geonímia na borda ocidental do Atlântico do que da banda de cá.

Se acha que terá alguma utilidade, remeto para um excelente trabalho sobre o assunto:

Jo Lorib disse...

O editor em questão é conhecido dos autores desse trabalho, me convidou inclusive para assistir à defesa de tese do segundo, na segunda-feira próxima, infelizmente no Rio de Janeiro, muito longe para ir ver um homem falar. Estou sugerindo que se faça outro artigo sobre Geonímia e se referencie um no outro. Acho que fica melhor que misturar tudo num saco só.Abraço e obrigado pela resposta.

o viajante disse...

eu também acho assim. fui à wikipedia, só para ver se já lá tinha a palavra "geonímia", e não gostei do resultado. fica realmente "tudo misturado num saco só", como você diz. mas os geógrafos querem impor a palavra e eu não sei como resistir. eles estão se apoderando do tema. tornaram o tema "técnico", "prático" e "aplicável". vivemos numa Era assim...
eu prefiro "Toponímia". não sou geógrafo.
a sua sugestão de referenciar o artigo sobre geonímia à toponímia, e vice-versa, parece-me muito razoável. enquanto houver quem fale em "toponímia"...
Jo, você sabe muito do assunto.
eu acho que o especialista é você.
Abraços.

Manuel Anastácio disse...

Quanto a Bouça... É interessante o facto de ter esse apelido no meu nome, sendo a minha família (sem pergaminhos que permitam qualquer análise genealógica) do centro de Portugal, onde a palavra quase não é usada. Depreendo desse pormenor que tenho raízes nortenhas ou mesmo galegas... Poderá ser? Há, contudo, um pequeno trecho de um vale no norte do concelho de Abrantes, onde moravam os meus avós que se chama "Cã das Bouças" (depreendo que seja a deturpação de "Chão das Bouças"), duvidando eu se foi o local que deu nome à família, se foi a família que deu nome ao lugar... Ou, talvez, nada disso.

o viajante disse...

olá.
duas questões interessantíssimas:
a primeira, "Bouça" e "Bouças", refere-se, de facto, a dois sobrenomes predominantemente galaico-minhotos.
a segunda, o topónimo "Cã", muito raro na toponímia galego-portuguesa, e que, seguramente, nada tem que ver com "chã" ou "chão".
o que se me ocorre dizer sobre "Cã" é que, partindo de outras toponímias de fala românica, nomeadamente da toponímia catalã e provençal, "Cã" significará "casa", "casa de família", "a casa de" ou "a casa dos...". algo semelhante a "Paço".
autores como J.P.Machado (2003) dizem que "cã" é o mesmo que "branco" ou "branca", o que me parece uma entrada directa no reino do "nonsense".
assim, se eu penso bem, "Cã das Bouças" poderia significar "A Casa das Bouças", no sentido de uma família importante cuja casa de família seria aí. e poderia, assim, justificar uma linhagem genealógica com o sobrenome "Bouça" ou "Bouças".
no entanto, as referências de que disponho sobre tão raro topónimo são ainda mais raras e, em geral, disparatadas.
só uma nota final, antes de poder ir um pouco mais longe: "Vila Cã", concelho de Pombal, foi chamada oficialmente, talvez por efeito de um fenómeno de hiper-correcção erudita, "Vila Chã", até Agosto de 2003, altura em que foi reposta a linhagem fonética. na Idade média chamava-de "Vila Cãa".
ora, segundo diz uma lenda, "Vila Cã" foi em tempos uma quinta importante onde havia uma GRANDE CASA, em cuja entrada se lia "Cave Canem", "Cuidado com o cão!", dado que nessa quinta ou propriedade o ouro andava à mão de semear, vindo da ribeira de Anços, sendo, pois, alvo da cobiça dos amigos do alheio.
foneticamente, "Cã" não poderá derivar de "Cave Canem", mas a tal "grande casa" está lá, nessa lenda.
espero voltar um dia a este tema.

Anônimo disse...

Bouza Brey, politico gallego

Anônimo disse...

Boa Dia!
Li varios comentarios a respeito da palavra BOUCA
mas eu realmente gostaria de sabe de onde vem?
Pois é meu sobrenome.

Anônimo disse...

Meu sobre nome é BOIÇA
gostaria de saber qual a origem e o que significa.
Poderia me ajudar, sempre pesquisei e não obtive reposta conclusiva.
Desde já obrigada!