quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

soito, souto, soutelo

voltando a um tema que deixei um tanto no ar:

"souto", do latim saltu, significa "terreno povoado de castanheiros", "bosque de castanheiros". em casos raros, pode significar um bosque de outras árvores, se a palavra "souto" for seguida do determinativo: "Souto de Carvalhos", "Souto das Oliveiras".
em alguns topónimos a palavra "Souto" parece estar seguida do genitivo do nome de um possuidor, como é o caso de “Soutariz”, "Soutipedre" e "Soutomel", entre outros.
a variante dialectal "Soito", e derivados, aparece na Região portuguesa da Beira-Serra.

"souto" é um termo abundantíssimo na toponímia galego-portuguesa, sendo hoje o que resta da enorme importância que tiveram outrora os castanheiros e as castanhas nos usos e costumes das populações peninsulares.
vestígios ainda vivos do papel que as castanhas desempenharam na gastronomia e e nos rituais da religiosidade pré-cristã são a sopa de castanhas, o lombo de porco assado com castanhas, e o magusto de São Martinho acompanhado do vinho novo.





A Soutela (Gz.)
Cabeço do Soito
Caminho de Soutelinho (Gz.) - graf. altern.: "Camiño de Souteliño"
Casa do Soito
Cavorco de Soutelo (Gz.)
Corgo de Soutelo (Gz.)
Moinhos de Soutelinho (Gz.) - graf. altern.: "Muiños de Souteliño"
O Soutinho (Gz.) - graf. altern.: "O Soutiño"
Prados do Soutelo (Gz.)
Regada do Soito
Regato de Soutelo (Gz.)
Rio de Soutelinho (Gz.) - graf. altern.: "Río de Souteliño"
São João do Souto
Seara do Soutelo (Gz.)
Soitelo
Soitinho
Soito
Soutadoiro (Gz.)
Soutariz (Gz.) - de "Souto Alarici": "souto de Alarico"?
Soutelinho (Gz.) - dimin. de "Soutelo". graf. altern.: "Souteliño"
Soutelo (Pt. e Gz.)
Soutelo da Pena (Gz.)
Soutelos
Soutelo Verde (Gz.)
Soutipedre (Gz.) - de "Souto Petri": "souto de Pedro"?
Souto Bom
Soutochao (Gz.)

Soutocico - é um diminut. asture-leonês. o curioso é que além do Soutocico na região de Miranda do Douro existe um outro na região de Leiria

Souto da Carpalhosa
Souto da Casa
Souto da Ponte
Souto das Cales
Souto das Eiras
Souto das Oliveiras
Souto da Velha
Souto de Lafões
Souto de Limia (Gz.)
Souto do Brejo
Souto do Coval
Souto do Meio
Souto do Rego
Souto do Rio
Soutomaior (Gz.) - significa "souto grande"
Souto Maior - ver Soutomaior
Soutomel (Gz.)
Soutopenedo (Gz.)
Souto Redondo
Souto Velho
Soutulho (Gz.) - graf. altern. "Soutullo"
Vila Nova de Souto d'El Rei
Vilarinho do Souto
Vil de Soito

7 comentários:

Jo Lorib disse...

Sobre Geonímia, parece que chegamos num acordo na Wikipédia. por favor leia novamente o artigo Toponímia e me dê sua opinião.

o viajante disse...

Joe,
acho que fez um excelente trato.
resulta muito melhor e não atrapalha a definição nem a etimologia de "Toponímia".
só tenho um reparo para as definições de "geonimo" e "Geonímia": são imprecisas e não fazem perceber por que "Geonímia" é melhor que "Toponímia" para os geógrafos. mas esse é um problema deles.
e tem outra coisa: "toponímia" é um neologismo regular, formado por duas palavras gregas simples: "topos" (lugar) e "onímia" (designação, os nomes). Já "geonímia" não é "geo" (terra) e "onímia": é "geo[grafia]" mais "onímia". não gosto muito.

Jo Lorib disse...

Como o amigo bem disse, isso é problema lá dos geógrafos.
Mas com o tempo arrumamos tudo. abraço desde São Paulo

Gundibaldo disse...

Caro Viajante,

Só para lhe referir que "souto" assumiu também, no passado longínquo (idade média), o significado de "desfiladeiro", "pastagem", ou de zona com vegetação espontânea, para além do de "floresta" que já refere na sua entrada (recomendo-lhe este site: http://vacarizu.es/Cuadernos/
Cuaderno_27/Toponimia_campurriana_I.htm).

Só mais tarde é que se foi associando mais aos bosques de castanheiros ou de carvalhos e nos últimos séculos o seu uso está restringido praticamente aos castanhais produtores de fruto (que não os de madeira, designados "castinçais").

Assim, penso que muitos "souto" e derivados não se devem associar ao castanheiro mas sobretudo a locais arborizados.

Isso não invalida a extrema importância do castanheiros para as antigas sociedades rurais ibéricas (antes da expansão da batata) e não só: portugueses e espanhóis levaram o castanheiro para todas as regiões que colonizaram, apesar de nas zonas tropicais já não se desenvolver normalmente. Mas aí havia muitas outras plantas que cumpriam o mesmo papel...

Abraços atlânticos

Gundibaldo

o viajante disse...

concordo consigo. há mesmo o topónimo "Salto", cuja origem linguística é a mesma e que está mais de acordo com o significado de "desfiladeiro", "passagem difícil".
também digo no post que nem sempre "souto" é um bosque de castanheiros. e apresento três exemplos tirados da Toponímia: "Souto de Carvalhos", "Souto das Oliveiras" e até "Souto do Brejo".
de qualquer modo, é sempre agradável ter o seu contributo e as suas achegas.
um abraço.

O disse...

Mais um Souto e nào de castinheiros:

Souto Loural (Viladavil, Arçua, Galiza).

Obrigado.

Ismael Cano disse...

No Val de Xálima, temus a varianti SOITU.

Um Abraçu

Ismael Cano