segunda-feira, 10 de março de 2008

os pontos cardeais na toponímia

os pontos cardeais estão presentes na toponímia de todo o mundo. a sua presença indicia o hábito ancestral de viajar, a necessidade de conhecer os limites e as relações geográficas entre povos e terras. de facto, as populações nunca se limitaram, simplesmente, a estar no seu lugar. elas sabem, desde sempre, da existência de outras povoações e de outros povos e da sua disposição relativa no espaço geográfico habitado. a lista é praticamente infinita. as designações a seguir indicadas traduzem, nuns casos, geónimos em sentido lato, outras são topónimos em sentido estrito. a evolução linguística convergente de alguns hidrónimos fez com que hoje pareçam pontos cardeais nomes que na língua original significavam "rio". é o caso de Este e de São Pedro do Sul.



Algarve - do árab: "o Ocidente"
Cabo do Mundo - ver "Fisterra"
East End (Ing.) -
Estação do Oriente - topónimo urbano (Lisboa)
Finistère (Fr.) - ver "Fisterra"

Fisterra (Gz.) - de lat. finis terrae: "o fim da terra", "o cabo do mundo". embora não signifique "ocidente", pela sua posição geográfica e simbolismo associado, este topónimo (tal como os seus afins) está associado à ideia de "ocidente": "o lado em que matam o sol", "o lado em que o sol morre"

Japão - na escrita, o caracter pictográfico que designa o Japão significa "a origem do sol", "o oriente"

Jaraguá do Sul (Br.)

Levante - em termos de Europa, designa as regiões orientais banhadas pelo Mediterrâneo. na Espanha, designa as regiões próximas dos Pirinéus banhadas pelo Mediterrâneo. de "levante": "lugar onde o sol se ergue, ou se levanta", "oriente"

Mar do Norte
Nordeste (Aç.)
Nordestinho (Aç.)
Norfolk (Ing.) - "povo do Norte". talvez melhor: "o Povo a Norte"

Norrköping (Su.) - "mercado do Norte". pronúnc. sueca: "norrxôping". se fosse inglês, era "nor(th)shopping"

Norte (Pt., Pt.-Aç., Gz.)
Norte Grande (Aç.)
Norte Pequeno (Aç.)
Noruega - "caminho do Norte"
Norwich (Ing.) - "cidade do Norte"
Novo Oriente (Br.)

Oeste - nome que também se dá à Região Saloia, sobretudo à sua parte norte

Oriente (Br.)
Ponta Leste (Ang., Br., Gn-B.) - topónimo frequente nos litorais lusófonos
Praia do Norte (Aç., CV.)
Punta del Este (Ur.)
Ribeira do Norte (CV.)
Rio Grande do Norte (Br.)
Rio Grande do Sul (Br.)
Rio Novo do Sul (Br.) - hidrónimo e nome de município
Rua do Norte

Sepharad (hebr.) - o nome da Península Ibérica, para os Judeus: "o Ocidente"

Suffolk (Ing.) - "povo do sul". talvez melhor: "o Povo a Sul"
Tibau do Sul (Br.)
Timor Leste
Vladivostok (Ru.) - "dominadora do Oriente", "rainha do Oriente"


não fazem parte deste grupo:

Este - freguesia do concelho de Braga, deve o seu nome ao rio Este
Rio Este - ver "hidrónimos ou nomes de rios"
Rio Sul - ver "hidrónimos ou nomes de rios"

São Pedro do Sul - antiga Vila do Banho, deve o seu actual nome ao Rio Sul, afluente do Vouga


7 comentários:

Jo Lorib disse...

Geónimos, até o amigo viajante agora usa os geónimos, hehehe.
No tema do tópico: Brasil não teria o sentido de lado oeste?(em relação ao mar que nos separa). Abraço desde São Paulo.

o viajante disse...

viva, Jo!
essa do "geónimo" foi só pra fazer você comentar... sinto a sua falta aqui:).
sobre "Brasil" eu já postei, faz bastante tempo. é matéria nublosa, que ainda ninguém esclareceu preto no branco. mas não há razão pra achar sem fundamento a tese de um velho sonho celta: a existência de uma "grande ilha ocidental", cujo nome era muito próximo de "Brasil".
como sabe, a tese do pau-brasil não me convence.
abraço desde Coimbra

Anônimo disse...

V. Exª. deve rectificar o lapso ou troca de letras:
Sepharad ou sefarad = Espanha

e não separad.

Sefardita
Sefaridim -

o viajante disse...

tem vossa excelência toda a razão.
não me apercebi da omissão do "h".
já corrigi.
obrigado pelo reparo.

Nóbrega disse...

Boas,


Em relação à Fisterra, dizer que não é um topónimo apenas associado à Galiza. No município da Póvoa de Varzim, a norte de Abremar, existe, num meio rural, a rua de Fisterra. Dei com ela no ano passado.

Em relação ao Norte, ao nosso Norte, a nossa região, é minha convicção que é assim apelidada para se evitar o nome dela, que é Galiza. Já viu que incómodos causaria aos estados espanhol e português essa comunidade repartida por dois estados? Quando todos os nomes de Portugal estão dados de norte para sul (sentido da reconquista cristã), em que Beira é a beira da Galiza, a Extremadura é o seu extremo, o Alentejo é o que fica para além do rio Tejo, é estranho que a região cabeça de Portugal apareça com um nome dado com uma orientação sul-norte...

Um abraço

Capeloso disse...

As Astúrias?
Há quem diga que as Astúrias foram do mesmo jeito nomeadas que Áustria, ou Austrália.
Para dar-lhe esse nome só podia ser desde a Galiza.
Os do leste/este, os estures.

o viajante disse...

assim tem sido dito. mas não em relação a Austrália, cujo significado é "terra Austral", isto é, "terra do sul".
aquele abraço.