sexta-feira, 9 de dezembro de 2005

Serras, Montes e Montanhas


tal como acontece com os rios, as serras, montes, cordilheiras, montanhas e serranias devem muito frequentemente o nome que têm a um processo de estratificação linguística, ao longo do qual se repete, em línguas diferentes, o significado de "serra", "montanha", "monte", "penha", "peneda", "penedia". as montanhas, lugar onde nascem os rios e onde brotam fontes termais, são o centro de cultos ancestrais ligados à vida, à saúde e à cura de doenças. são manifestações do sagrado por excelência, mas não são divindades autónomas, no sentido grego tardio do termo. quer dizer, são theos adjectivo (divino), mas não são theos substantivo (deus).

Aboboreira -
Alvão - tema em Alba

Amarela - A Marela? grupo Marão/Marofa/Meira. ver post Mouros e Mouras... ver post Muitas Marias...

Agrela - diminut. de "Arga"?
Arga -
Aveleira - de "A Veleira"?
Barroso -
Bornes -
Bussaco - e não Buçaco. Cf. Bussac (F.)
Cabreira (Pt. e Gz.) - ver post "Cabras e Cabreiras"
Canda (Gz.) - o mesmo que Peneda
Candeeiros - o mesmo que Penedas, Penhas, Penedias
Caramulo - Kar.+Mulo: monte pedregoso. espinhaço?
Carneiro - Karn. monte pedregoso. Cf. Kern, Cornwall, UK
Carvalho - tema em Kar.: pedra. Penha, Peneda?
Cerveira -
Chão da Mulher - "plano do monte"
Espinhaço de Cão -
Espinheira -
Espinheiro -
Espinho -

Estrela - orónimo que se repete um pouco por todo o lado, especialmente em Euskadi (sob a forma "Lizarra" e derivados) e em França ("Esteille", "Esterelle", etc.)

Freita -
Gerês/Jurés/Xurés - Cf. Jura, (F. e CH)

Lapa - a existência da Senhora da Lapa indica que se trata de um monte santo, sagrado

Larouco - como apareceram inscrições dedicadas a uma "divindade" com este nome, é de supor que fosse um monte santo. então, poderemos arriscar que esse "deus" Larouco seria o mesmo que Senhor da Serra, invocação frequente noutras paragens serranas

Marão - ver post Mouros e Mouras...
Marofa -
Meira (Gz.) - ver post Há Muitas Marias...
Miro -
Monchique -
Monsanto - "Monte Santo"
Monsaraz - híbrido lat. Mons + ...? : monte-monte?
Mont'alto

Monte Figo/Montefigo - é um pleonasmo: "monte-monte". atenção aos topónimos "Figueira" e "Figueiró"

Montejunto -
Montemor - de "Monte Maior": "monte grande"
Montemuro - Monte+Muro/Mulo: monte-monte
Montesinho -
Mu -
Mula -
Mulher -
Mulher Boa -
Mullerboa ou Mulherboa (Gz.) -
Mulher Morta -
Mulo -
Muro -
Muros -
Nogueira
Ossa -
Padrela -

Peneda - a existência da Senhora da Peneda indica que se trata de um monte santo, sagrado

Penha - a existência da Senhora da Penha indica que se trata de um monte santo, sagrado
São Mamede (Gz.) - serra galega onde nascem o Rio Lima e o Rio Tâmega
São Mamee (Pt.)

Serra - algumas serras, quase sempre de pequena altitude, têm simplesmente este nome

Sicó -
Soajo -


7 comentários:

Kelvin disse...

Kia ORa (Hello) from a blogger downunder in New Zealand. I cannot understand your language, but I looked at your photos.

o viajante disse...

Olá (Hello). Big problem. You should learn portuguese language...

lubre disse...

Ola viaxante! escribo desde a Galiza e moito me interesa os seu blog! eu son tamén namorada do Portugal e do Brasil, moitos galegos sentimos que
no sur do Minho nos entenden mellor que na meseta.

o viajante disse...

Olá, Lubre (O Bosque Santo). da minha parte sou eterno namorado do Brasil e da Galiza. Pela fala nos entendemos e reconhecemo-nos pelo jeito de pensar e de sentir. quem sabe um dia os três povos possamos ser algo mais que boas falas.

Natália disse...

Olá. Só uma sugestão: poderá Montemor derivar de "Monte maior"? Não é infrequente na língua portuguesa encontrarmos a forma truncada de maior (mor) como em altar-mor. Parabéns pelo blogue.

o viajante disse...

é. podia. mas não faria sentido no caso de Montemor-o-Velho, onde o monte não é o "maior". vou mais pelo sentido de "Grande", como em Campo Maior.

joca disse...

parabéns pelo blogue, o meu interesse pela Serra do Gerês levou-me a tentra descobrir o porquê do nome dos locais e já descobri algumas coisas engraçadas. Sobre o topónimo Gerês, julgo que a sua origem é pré-romana e atrevi-me a escrever sobre isso em http://asnotasparaomeudiario.blogspot.pt/2014/11/ainda-sobre-os-toponimos-geres-e-geira.html