quarta-feira, 6 de dezembro de 2006

Antropotoponímia do Brasil

encerro esta tetralogia com os antropónimos mais simples: pessoas sem "doutor", "coronel", "marechal", "governador", "presidente", "capitão", etc., etc. em muitos casos são os mesmos, mas em muitos outros casos é gente que só a gente deles sabe quem foram.
às vezes é um apelido ou alcunha.
em Portugal, os antropónimos também são frequentes, a maior parte deles já demasiado antigos para que sejam reconhecidos como tal. já os vimos a propósito da toponímia de origem germânica, mas tamém os há de origem romana e árabe. os mais recentes são alcunhas ou apelidos que, em alguns casos, nem sequer se sabe de onde vieram e o que significam. por exemplo, "Pevidém" e "Calhabé". referem-se a duas figuras típicas, daquelas que nada fizeram de especial que lhes recomendasse a posteridade. uma dá nome a uma vila do concelho de Guimarães. a outra designa uma zona da cidade de Coimbra. Pevidém e Calhabé eram dois lugares isolados e sem nome quando a personagem respetiva lá viveu. ir ao Pevidém ou morar no Calhabé significava que nada mais de relevante tinha cada um dos lugares, na altura em que foram nomeados, senão a sua figura típica. o caráter arbitrário mas eufónico dessas alcunhas terá também contribuído para o seu êxito.
o caso do Brasil tem a particularidade do novo. a nós, portugueses, que convivemos há mais tempo com a História, o novo soa um pouco estranho. o inverso se passa com os brasileiros em relação ao velho.
seja como for, os antropónimos, sem mais (isto é, sem polis, lândia, etc), parece que soam melhor.

não sei se vou ignorar antropónimos da toponímia brasileira, pelo simples facto de nem sempre poder reconhecer apelidos ou alcunhas. assim como aposto forte que a imensa maioria dos portugueses não reconhecerá "Pevidém" e "Calhabé" como antropónimos. mas, em matéria de alcunhas ou apelidos brasileiros, agradecerei o contributo dos meus amigos do Brasil.

exemplos de antropónimos:

Abelardo Luz (Santa Catarina) - ver Comentº. contributo de Luís Felipe Noronha

Afonso Cláudio (Espírito Santo)
Albertina (Minas Gerais)
Alfredo Chaves (Espírito Santo)
Alfredo Vasconcelos (Minas Gerais)

Alfredo Wagner (Santa Catarina) - ver Comentº. contributo de Luís Felipe Noronha

Amélia Rodrigues (Bahia)
Angélica (Mato Grosso do Sul)

Angelina (Santa Catarina) - ver Comentº. contributo de Luís Felipe Noronha

Antônio Cardoso (Bahia)
Antônio Carlos (Minas Gerais)
Antônio Dias (Minas Gerais)
Antônio Gonçalves (Bahia)
Antônio João (Mato Grosso do Sul)
Aral Moreira (Mato Grosso do Sul)
Astolfo Dutra (Minas Gerais)
Augusto de Lima (Minas Gerais)
Aurelino Leal (Bahia)
Belmiro Braga (Minas Gerais)
Benedito Leite (Maranhão)
Benjamin Constant (Amazonas)

Bias Fortes (Minas Gerais) - ver Comentº. contributo de Luís Felipe Noronha

Cândido Mendes (Maranhão)

Careiro (Amazonas) - alcunha de comerciante? d'Noronha diz que não e explica. ver Comentº

Careiro da Várzea (Amazonas) - ver "Careiro"
Carlos Chagas (Minas Gerais)
Castro Alves (Bahia)
Catalão (Goiás)
Cavalcante (Goiás)
Cezarina (Goiás) - ?
Cícero Dantas (Bahia)
Cláudia (Mato Grosso)
Cláudio (Minas Gerais)

Colatina (Espírito Santo) - Colatina se chamava a esposa do governador que lhe deu o nome

Cristiano Otoni (Minas Gerais)
Cristina (Minas Gerais) - ver Comentº

Delfim Moreira (Minas Gerais) - ver Comentº. contributo de Luís Felipe Noronha

Delmiro Gouveia (Alagoas) - ver Comentº de Jolorib
Denise (Mato Grosso)
Diogo de Vasconcelos (Minas Gerais)
Domingos Martins (Espírito Santo)
Edealina (Goiás) - ?
Elói Mendes (Minas Gerais)
Érico Cardoso (Bahia)
Eusébio (Ceará)

Fernandes Tourinho (Minas Gerais) - o sobrenome "Tourinho" é de origem galega. e "Fernandes" pode ser também

Fernando Falcão (Maranhão)
Firmino Alves (Bahia)
Francisco Badaró (Minas Gerais)
Francisco Dumont (Minas Gerais)
Francisco Sá (Minas Gerais)
Godofredo Viana (Maranhão)

Gonçalves (Minas Gerais) - ver Comentº. contributo de Luís Felipe Noronha

Humberto de Campos (Maranhão)
Inocência (Mato Grosso do Sul) - ?
Januária (Minas Gerais) - ?
Jerônimo Monteiro (Espírito Santo)
João Dourado (Bahia)
João Lisboa (Maranhão)
João Neiva (Espírito Santo)

João Pinheiro (Minas Gerais) - ver Comentº. contributo de Luís Felipe Noronha

Joaquim Gomes (Alagoas)

José Gonçalves de Minas (Minas Gerais) - ver Comentº. contributo de Luís Felipe Noronha
Lafayette (Minas Gerais) - antiga "Queluz", tira o seu nome de Lafayette Rodrigues Pereira.

Lauro de Freitas (Bahia)

Leopoldina (Minas Gerais) - ver Comentº. contributo de Luís Felipe Noronha

Licínio de Almeida (Bahia)

Lima Duarte (Minas Gerais) - ver Comentº. contributo de Luís Felipe Noronha

Luís Domingues (Maranhão)

Mamonas (Minas Gerais) - será alcunha? d'Noronha diz que não e explica. ver Comentº

Mâncio Lima (Acre)
Manuel Urbano (Acre)
Manoel Vitorino (Bahia)
Mara Rosa (Goiás)
Mariana (Minas Gerais) - ?
Marcionílio Souza (Bahia)
Mário Campos (Minas Gerais)
Não-Me-Toque (Rio Grande do Sul) - será apelido (alcunha)?
Natércia (Minas Gerais) - ?
Nazário (Goiás)

Olímpio Noronha (Minas Gerais) - ver Comentº. contributo de Luís Felipe Noronha

Pancas (Espírito Santo) - será apelido (ou alcunha)? d'Noronha diz que não e explica. ver Comentº

Paulino Neves (Maranhão)
Paulo Afonso (Bahia)
Paulo Cândido (Minas Gerais)
Paulo Jacinto (Alagoas)
Paulo Ramos (Maranhão)
Pedrão (Bahia) - será antropónimo?
Pedro Alexandre (Bahia)
Pedro Canário (Espírito Santo)
Pedro Leopoldo (Minas Gerais)
Pedro do Rosário (Maranhão)
Pedro Teixeira (Minas Gerais)
Pescador (Minas Gerais) - será alcunha (ou apelido)?
Rafael Jambeiro (Bahia)
Santos Dumont (Minas Gerais)
Sebastião Laranjeiras (Bahia)
Tasso Fragoso (Maranhão)
Teófilo Otoni (Minas Gerais) - ver Comentºs
Teotônio Vilela (Alagoas)
Trombas (Goiás) - será alcunha?
Urbano Santos (Maranhão)
Virgínia (Minas Gerais) - ver Comentº
Vitorino Freire (Maranhão)

Wenceslau Brás (Paraná) - ver Comentº Paulo Brabo

Wenceslau Braz (Minas Gerais) - ver Comentº. contributo de Luís Felipe Noronha. também aparece grafado "Wenceslau Brás" (Paraná)

Wenceslau Guimarães (Bahia)
Zé Doca (Maranhão) - penso que será alcunha


10 comentários:

Jo Lorib disse...

Acho horrivel uma pessoa ser obrigada a morar num município com esses nomes, mas quando começou essa mania?
Se os primeiros nomeadores de cidades ainda tinham o pudor de escolher o santo homónimo, depois colocavam um sufixo, agora simplesmente usam o nome de um fulano, sua qualificação maior sendo a amizade com um politico que indica a nomeação. Se a direita sempre quis isso, a esquerda parou de reclamar depois de Stalingrado. Alguns dos nomes desta lista são icones da esquerda brasileira, como Delmiro Gouveia, outros da direita, como Luis Eduardo Magalhães, mas maioria é gente que não devia ter o nome ali.

D'Noronha disse...

Conheço algumas mais com nomes de gente:
Teófilo Otoni - MG
Antonio Carlos- SC
Wenceslau Brás- MG
Virgínia -MG
Cristina-MG
mas tem uma cidade mineira que merece o nome do ilustre: Santos Dumont.

o viajante disse...

quero mais nomes!
obrigado a vocês.

(Nota: "Antônio Carlos" já estava na minha lista...)

D'Noronha disse...

No caso de Pancas, na região, dá-se este nome às terras que as raízes não entram fundo na terra por causa das inúmeras lajes lá encontradas.

Mamonas, acredito que não vem do verbo 'mamar' e sim da espécie de arbusto muito comum na região, que se retira o óleo de rícino e hoje, no Brasil, está se produzindo o 'bio-diesel'.

D'Noronha disse...

"O nome do município de Careiro vem da palavra careiro, que significa caminho do índio, está vinculado ao traçado do rio que o corta."
Pra mim também é novidade.

o viajante disse...

será então um "carreiro" falado por boca de índio.
pois.
segundo julgo saber, a língua tupi-guarani não tem o som "rr".

obrigado.

D'Noronha disse...

Caro Jose Cunha, meu filho, Luís Felipe Noronha (12 anos), contribui com mais alguns antropônimos que encontrou.
A maioria em Minas Gerais.
Achamos que tem trabalho para um bom fim de semana:

Abelardo Luz -SC
Olímpio Noronha - MG
Wenceslau Bráz - MG
Alfredo Wagner - SC
Paiva - MG
Albertina - MG
Alfredo Vasconcelos - MG
Alvarenga - MG
Antônio Dias - MG
Angelina - SC
Astolfo Dutra - MG
Astolfo Dutra - MG
Bias Fortes - MG
Bueno Brandão - MG
Carlos Chagas - MG
Delfim Moreira - MG
Diogo de Vasconcelos - MG
Mateus Leme - MG
Mathias Lobato - MG
Matias Barbosa -MG
Matias Cardoso - MG
Martinho Campos - MG
Martins Soares - MG
Lima Duarte - MG
Leandro Ferreira - MG
Leme do Prado - MG
Leopoldina - MG
José Gonçalves de Minas - MG
José Raydan - MG
João Monlevade - MG
João Pinheiro -MG
Joaquim Felício -MG
Gonçalves - MG
Gonzaga - MG
Gouveia - MG
Francisco Badaró - MG
Francisco Dumont- MG
Francisco Sá - MG
Fernandes Tourinho - MG
Faria Lemos -MG
Felício dos Santos - MG
Elói Mendes - MG
Dona Eusébia - MG

Se não encerrar o post, diz ele que têm mais.
Grande abraço.

o viajante disse...

carissimo Noronha,
nada está encerrado neste blogue. pode contribuir até para o primeiro post.
toponímia é o nome dos lugares. não posso saber todos os lugares. mas tento conhecer muitos, e nomes ainda mais.
o contributo de Luís Felipe é uma bênção.porém, a maioria desses nomes eu já tinha escrito. mas tem alguns outros que são novidade. vou anotar isso no blogue
aquele abraço.

Paulo Brabo disse...

Temos também uma Wenceslau Brás no Paraná (PR). E Alfredo Wagner conheço bem: meu pai nasceu ali perto.

kharlo disse...

Boa tarde.
Gostaria que me informasse por gentileza ao Sr. Luis Filipe Noronha, se ele è portuges, pois meu pai me falou que tem um primo que mora no Brasil e tem o seu nome sera que não é o Sr. por getileza me informe gostaria de contato, Ele ( sr. Luis ) é de familia Nobre portuguesa.
Cordiais abraços.