quinta-feira, 7 de dezembro de 2006

Mais Pedras na Toponímia Brasileira






desta vez, pedras em língua portuguesa
(ou como a língua pode mudar mas não muda o jeito de pensar o nome das coisas):





Bom Jesus da Lapa (Bahia)
Lageado (Tocantins)
Lageado Grande (Santa Catarina)
Lages (Santa Catarina)
Laje (Bahia)
Lajeado(Rio Grande do Sul)
Lajeado Novo (Maranhão)
Lajedão (Bahia)
Lajedinho (Bahia)
Lajedo (Pernambuco)
Lajedo do Tabocal (Bahia)
Laje do Muriaé (Rio de Janeiro)
Lajes (Rio Grande do Norte)
Lajes Pintadas (Rio Grande do Norte) - ver post anterior: "Itacoatiara"

Lajinha (Minas Gerais) - os índios diriam "Itapemirim", como se vê no post anterior

Pedra (Pernambuco) - os índios diriam "Itá" (post anterior)
Pedra Azul (Minas Gerais)
Pedra Bela (São Paulo) - ver "Itabela" no post anterior
Pedra Bonita (Minas Gerais) - ver "Itabela" no post anterior

Pedra Branca (Ceará, Paraíba) - como se vê (post anterior: "Itatim"), os topónimos repetem-se em línguas diferentes

Pedra do Anta (Minas Gerais)
Pedra do Indaiá (Minas Gerais)
Pedra Dourada (Minas Gerais)
Pedra Grande (Rio Grande do Norte)
Pedra Lavrada (Paraíba)
Pedra Preta (Mato Grosso, Rio Grande do Norte)
Pedras Altas (Rio Grande do Sul)
Pedras de Fogo (Paraíba)
Pedregulho (São Paulo)
Pedreira (São Paulo)
Pedreiras (Maranhão)
Pedrinhas Paulista (São Paulo)
Penedo (Alagoas)

Poção de Pedras (Maranhão) - creio que "poção" é aqui o mesmo que "poço grande"

Rochedo (Mato Grosso do Sul)
São José da Lage (Alagoas)

6 comentários:

ars longa disse...

Caro Viajante

Há muito que não lhe deixo uma palavra, mas tenho seguido sempre com atenção e prazer este blog.

Chamo-lhe a atenção para um trabalho recente e um pouco fora do vulgar, que penso que lhe poderá interessar:
http://arkeotavira.com/Estudos/texto-ibn-ammar-finalR.pdf

Cumprimentos

o viajante disse...

seja bem regressado a bordo!
obrigado pelas suas palavras.
quanto ao link, há um problema qualquer: não consigo abri-lo.
um abraço.

ars longa disse...

Vou repetir o link, demasiado comprido, dividido em duas linhas:

http://arkeotavira.com/
Estudos/texto-ibn-ammar-finalR.pdf

Tente duas vezes se o servidor não responder à primeira (há um preço a pagar pelos servidores baratos!)

Um abraço

o viajante disse...

Luís Fraga,
obrigado. é um link importante!vou ler com todo o cuidado.

abri-o no "Sapo" à primeira, ...no "Google" não abre. deve ser esse o servidor barato...
um abraço.

nota: será que pode reservar-me um exemplar do livro?

Paulo Brabo disse...

No meio do caminho tinha uma pedra, como dizia um poeta.

Conheço muito bem a cidade de Lages, em Santa Catarina - e também a controvérsia se seu nome se escreve com J ou com G. Há alguns anos as placas dos carros dividiam-se entre essas opiniões.

Um bom ano pra ti, amigão.

o viajante disse...

um Bom Ano, Paulo Brabo!
quanto à Lage-Laje, aí como aqui...