sábado, 5 de janeiro de 2008

Topónimos Terminados em -el

é um grupo heterogéneo de topónimos, que, na sua maior parte, indica filiação no grupo de falares do romance galego-português moçarábico (Beiras, Estremadura, Ribatejo, Alentejo e Algarve, Pt.).
alguns destes topónimos, como Samel e Tourel, são genitivos de antropónimos.

Albarquel - topónimo híbrido, de árab. "al" + "barquel". "barquel" é diminut. de "barco", tal como "Barcelos" (diminut. plur. de "Barco"). implica a proximidade de um rio. é o mesmo que "portinho", "lugar de passagem ou travessia ou embarque". ver post

Alboritel - ver "Alburitel"

Alburitel - graf. altern. de "Alboritel". o mesmo que "Alportel"? pressupõe as formas intermédias "Alporetel" e "Alboretel"

Alfornel - topónimo híbrido, de árab. "al" + "fornel" (diminut. de "forno"). o topónimo "Fornel" encontra-se em França e na Catalunha. do lat. fornellu.

Aljustrel

Alportel - em "S. Brás de Alportel". topónimo híbrido, de árab. "al" + "portel". ver "Portel"

Arnel - ver "Ponta do Arnel"
Courel (Pt. e Gz.)
Espichel - nome de um cabo
Ferrel
Fratel

Marnel (Pt. e Gz.) - topónimo associado à presença ou proximidade de rios ou ribeiros. como hidrónimo: Rio Marnel. mesma etimologia de Marne (Fr. ). origem celta: matter (mãe, nascente) + onna (fonte)

Pinhel - diminut. de "Pinho" (o mesmo que "pino", "ponto alto")

Ponta do Arnel (Aç.) - parece haver uma relação com Ar-Men, na Bretanha (Fr.), onde, aliás, também existe um famoso farol. "ar-men": "a pedra", "o rochedo". o povoamento da Ilha de S. Miguel pode explicar a relação. e a localização também

Portel - diminut. de "Porto". do lat. portellu: Portelo, Portinho
Rochel
Rogel
Sousel

Samel (Pt. e Gz.) - genit. de Salamiru. também aparece sob a forma Samil (Pt. e Gz.). pronúnc. Sàmel/ Sàmir

Tamel - forma ant. "Tamal"
Tourel (Pt. e Gz.) - é um genitivo de um antropónimo

2 comentários:

Capeloso disse...

Dous topónimos da zona das Marinhas dos Condes (Betanços)
Vilamourel, aldeia.
Andel, Rego de Andel, microtopónimo

Capeloso disse...

Barcelos?
E por que nào Varzelos?
De várzea, varja.
E mais Barcelos tem boas várzeas no seu contorno.

Outros topónimos similares:
Varjas (Barjas, concelho do Bérzio)
Varjelas (Bargelas, aldeia do Bérzio)
Várzia / Várzea (Barcia, val do concelho de Carral)
Varzês (Barcés, rio que nasce no val anterior)
Varzioi (Barcioi, aldeia de Sobrado dos Monges).

Todos estes lugares que conheço, sào vales nos que corre um rio, num val algo costento, pino, mas que deixa lugar, nas suas beiras menos inclinadas ou chàs, para o cultivo ou os prados,
às vezes mínimo como é o caso de Varjelas.
O que se vê, mirando o Cávado e Barcelinhos desde o Paço dos Condes é uma várzea.
Infelizmente desconheço os lugares que na Galiza levam o nome de Barcela, Barcelo, Barceló, Barcelos, Barcenal, Barcenas, em integrado.
Qual é a razào entào para o fazer derivar de Barco e nào de Barço/Barzo?

Ao redor de Barcelos, há topónimos diminutivos ou gentilíceos em -elo.
Arcozelo, Alvelos, Cristelo, Fornelos, Grimancelos ...
Todos levam a pensar na sua raiz (Arcos, Cristo, Forno ...).

Por que nào Barça/Várzea?
Varzeaelos?