domingo, 1 de abril de 2007

Topónimos Galego-Portugueses e Brasileiros - Letra M (2)

(base de dados resultante de recolha pessoal. não está autorizada a sua utilização sem autorização expressa do autor)

Mei- a Mux-

Meitriz –
Meixede –
Meixedo - pronunc. “Meixêdo”
Meixomil –
Melada –
Melarezes –
Meles –
Melgaço –
Melga de Baixo –
Melga de Cima –
Melhe –
Melide (Gz.) –
Melides –
Melo –
Melres –
Melriça –
Mem Martins – topónimo árabe? graf. correcta desc.?
Mem Moniz – graf. correcta desconhecida
Mendro - orónimo. em "Serra de Mendro"
Mengos –
Mente, rio
Mentiras –
Mentrestido –
Merelim –
Mértola –
Merufe –
Meruge –
Merujais –
Mesão –
Mesão Frio –
Mesas do Castelinho –
Mesía (Gz.) –
Mesío –
Mesquinhata –
Mesquita –
Mesquitela – diminut. de “Mesquita”
Messejana –
Messines - ver "S. Bartolomeu de Messines"
Messines de Baixo –
Mestra –
Mexilhoeira –
Mexilhoeira da Carregação –
Mexilhoeira Grande –
Mezio – o mesmo que “Mesío”?
Midões –
Mijarela - o mesmo que "Misarela".
Milagres –
Mil Ferreiros – graf. correcta desc.
Mil Fontes - em "Vila Nova de Mil Fontes" ou "V. N. Milfontes"
Milhadoiro (Gz.) - graf. altern. “Milladoiro”
Milhão – de "Emiliano": Milhano: Milhão. cf. Milano (Milão, It.)
Milharado –
Milhazes –
Milheiro –
Milheiros –
Milhouro –
Milreu –
Milriça - orónimo. o alto de Milriça é o "centro geodésico de Portugal"
Mil Rico – graf. correcta desc. : “Milrico”?
Mimosa –
Minas –
Minas Gerais (Br.) -
Minde –
Mindelo – diminut. de Minde (?)
Mineral –
Minho (Gz.) - graf. altern. “Miño” – este é na Província da Corunha
Minho (Pt. e Gz.) – desc. : “rio” (?). ver “Minhor”

Minhor (Gz.) - graf. altern. “Miñor”. relação co-etimológica com “Minho”

Minhoteira –
Minjoelho –
Mira - como hidrónimo ver "Rio Mira"
Mira d’Aire – atalaia ou vigia de ou para a Serra de Aire
Miragaia – vigia de frente para Gaia
Miramar –
Miranda – atalaia, vigia
Miranda do Douro -

Mirandela – pequena atalaia ou vigia, ou pequena Miranda em comparação com outra então maior: Miranda do Douro

Miro –
Misarela – o mesmo que "Mijarela".
Mistura de Águas –
Mizarela – está por "Misarela".
Mó –
Moanha (Gz.) - graf. altern. “Moaña”
Moçarria –
Mocejo –
Modelos –
Modivas –
Moeche (Gz.) –
Moel - ver "Muel"
Mofeda –
Mofreita –
Mogadouro – “Mog-“ + “Douro”(rio) (?)
Mogege –
Mogeiras –
Mogo –
Mogofores –
Mogor (Gz.) –
Mogueira –
Moimenta – do lat. “monumenta”, plural de “monumentum”
Moimenta da Beira –
Moimenta do Dão – ver “Dão”
Moimenta do Douro –
Moimentinha – diminut. de “Moimenta”
Moinhico – diminut. de “Moinho”, com infl. leonesa
Moinho Cubo –
Moinho da Velha –
Moinholas – diminut. femin. plur. de “Moinho” (?)
Moinhos –
Moinhos da Gândara –
Moinhos do Almoxarife –
Moita –
Moita da Serra –
Moita de Chipar –
Moitas –
Moitoitico (Mir.) – diminut. de “Moitoito”
Moitoito – ver “Montoito” e “Montouto”
Moldes –
Moleanos – o mesmo que “Molianos”
Moledo (Pt. e Gz.) -
Moledo do Minho -
Molelos – diminut. plur. de “Moles”
Molelinhos – diminut. de “Molelos”
Molianos – ver “Moleanos”
Molinico – diminut. (leon.) de “Molino”/ “Moinho”
Momporcão - ver “S. Lourenço de Momporcão”
Moncalva –
Moncarapacho –

Monchique - orónimo. em "Serra de Monchique". do árab. “Munt Sàquir”: “Montanha Sagrada”, "Monte Santo"

Mondão –
Mondariz (Gz.) – é tido por topónimo euskera: “mendi”+”aritz”
Mondim da Beira –
Mondim de Basto –
Mondonhedo (Gz.) – graf. altern. “Mondoñedo”
Mondrões –
Monfalim –
Monforte –
Monforte de Lemos (Gz.) –
Monfortinho – diminut. de “Monforte”
Moninho –
Monsanto – monte santo
Monsaraz –

Monsarros” – graf. exacta desconhecida: “Mons + Sarros”? ou “Mons” + “Arros”?

Monsul –
Montalegre - cf. “Portalegre”
Mont’Alto –
Montalvão – de “Monte” + “Alvão”:"monte-monte"
Montargil –
Montaria –
Montariol –
Monte Agudo –
Monteagudo(Gz.) – em "Ilha de Monteagudo"
Monte Boi –
Monte Branco –

Monte Brasil – ver “Brasil”. a existência deste topónimo na Ilha Terceira, Angra do Heroísmo, parece desmentir a tese habitual sobre a origem do topónimo “Brasil”, parecendo dar razão a quem defende que “Brasil” é um termo de origem celta que descreve a existência de um território mítico (Bre’asil) a Ocidente do Atlântico. além disso, Pedro Álvares Cabral chamou ao Brasil “Terra de Vera Cruz”, designação efémera mas que coloca uma questão associada à anterior: porquê “terra de VERA cruz”? Vera= verdadeira. ficamos sem saber a que VERDADEIRA cruz se referia. à Cruz Celta? nesse caso, a passagem do nome para “Brasil” compreende-se no seio da mesma tradição celta

Monte Calvo –
Monte Cavalo –
Montechoro - pronunc. “Montechôro”
Monte Córdova –
Monte da Catoura – cf. "Catoura" com "Catoira" (Gz.)
Monte da Encomenda – por “Monte da Comenda”?
Monte das Pitas –
Monte da Virgem –
Monte de Bois –
Monte de Goula –
Monte de Roma – por “Montederroma”? cf. "Montederramo"
Montederramo” (Gz.) –
Monte do Cerqueiro –
Monte do Pomar –
Monte Fidalgo –
Montefigo - orónimo. em "Serra de Montefigo"
Monte Gordo –
Montelavar –
Monte Molião –
Montemor-o-Novo –
Montemor-o-Velho –

Montemuro – por “Monte Mulo” (?) : “monte-monte”. em "Serra de Montemuro"

Montenegro –
Monte Negro –
Monte Novo – aqui está “Monte” no sentido de “Monte Alentejano”
Monteperobolso – o mesmo que “Monte Perobolço”
Monte Perobolço –
Monte Real –
Monte Redondo –
Monterredondo (Gz.) –
Monterrei (Gz.) –
Monte Rosso –
Montes –
Montes Juntos –
Monte Velho – ver “Monte Novo”
Montevez – também grafado “Monte Vez”
Monte Vez –
Montezinho - orónimo. em "Serra de Montezinho"

Montijo – infl. do castelh.: “montinho”. nota: chamado, até 1930, “Aldeia Galega do Ribatejo”

Montinho das Laranjeiras –
Montoito – o mesmo que “Montouto”
Montouto –
Mora - como hidrónimo ver "Ribeira de Mora". ver “Mira”
Morais –
Moreanes –
Moreira (Pt. e Gz.) – o mesmo que “moraria”: local de muitas casas/moradas
Moreira da Maia –

Moreira de Cónegos – povoado, hoje vila, pertença dos cónegos de Stº Maria da Oliveira (Guimarães)

Moreira de Rei – povoado pertença do rei
Moreiras (Pt. e Gz.) – plural de “Moreira”
Moreiró – diminut. de "Moreira"
Morgado –
Morouços – plural de “Morouço”: montículo de pedras
Morração – de “Môrro”

Morraceira – parece “porção de terra à superfície (do rio)”: "ilha fluvial"

Morreira – de “Môrro”
Môrro –
Môrro Grande (Br.) –

Mortágua – cf. franc. “Mortes Aïgues”: águas mortas, águas paradas, pântano

Mortazel –
Morumbi (Br.) – do tupi-guar.: “verde colina”
Mos (Gz.) –
Mós –
Mós de Rebordãos –
Mosca – se hidrónimo, cf. russo "(Rio) Moskva” de Moscovo
Moscavide – cf. “Mosca”
Moselos – por “Mozelos”?
Mosqueiro – cf. “Mosca”

Mosteirô- Pequeno Mosteiro: Monasterium: Moosteri + diminut. “olo”

Motrandão -
Motrinos –
Mouchão –
Mougás (Gz.) – Moura – raiz “Mor”: penedia
Moura da Serra – ver “Foz de Moura”
Moura Morta –
Mouramorta – ver “Santa Comba de Mouramorta”
Mourão –

Mouraria – aldeia, lugar ou bairro destinado aos Mouros após a “Reconquista”

Moure –
Mourela – diminut. de “Moura”
Mourelo – diminut. de “Mouro”

Mourigo - orónimo. em "Serra de Mourigo". do grupo "Mar-", "Mor-", “Mour-”, "Mul-", "Mur-": “penedia”

Mourinha -
Mourilhe – parece diminut. de “Moure”
Mourisca – "povoação ou estrada mourisca"
Mourisia –
Mouro - hidrónimo. em "Rio de Mouro"
Mouronho” – raiz “Mor”: penedia
Mouros - hidrónimo. em "Rio de Mouros". raiz "Mor-"
Mourosas –
Mourual –
Moutados –
Moutedo –
Mozelos - pronunc. “Mòzelos”

Mu - orónimo. em "Serra de Mu", ou "do Caldeirão". proto-indoeurop. (?): “Serra”. cf. MonteMURO, CaraMULO

Mucela –
Mucelão –
Mucifal – árab. “maçfal”: “(lugar) que está em baixo”

Muel - em "S. Pedro de Muel". o mesmo que “S. Pedro de Moel” (grafia correcta ?)

Mugardos (Gz.) -
Muge –
Muizela –
Mulher – cf. “Molelos”, Molelinhos”, “Mula”,“Mulo”, “Caramulo”
Mula – o mesmo que “Mu” ?
Mulo - o mesmo que "Mu"
Muna –
Mundão – por “Mondão”. cf. “Mondego” e “Manteigas”
Munhos –
Muradal - orónimo. em "Serra de Muradal"
Murça – o mesmo que “Múrcia” (Esp.)
Muralha –
Mures –
Múrias –
Muro (Pt. e Gz.) – local onde havia muro ou muros (ruínas)
Muros (Pt. e Gz.) - ver "Muro"
Murça – cf. Esp. “Múrcia”
Murçós – plur. femin. de “Murça”
Murganhal –
Murta –
Murtal –
Murtede - pronunc. “Murtêde”
Murteira –
Murtigão - hidrónimo. em "Ribeira de Murtigão"
Murtigas - hidrónimo. em "Rio Murtigas"
Murtinhal –
Murtinheira –
Muxagata –

3 comentários:

Anônimo disse...

Boa noite. Acabei de descobrir este blog no google quando fazia pesquisas. Só é pena que "Mourelo" seja apenas diminutivo de Mourelo. É que estava a pensar haver mais alguma informação relacionada com esta palavra, que não é mais do que o nome de uma aldeia da beira baixa (http://mourelo.no.sapo.pt Se me puder de alguma forma ajudar com informações relacionadas com o "Mourelo", agradecia imenso. Um abraço.

o viajante disse...

olá. "Mourelo" é forma diminutiva de "Mouro". a melhor forma de compreender o que significa "Mouro" é visitar posts anteriores sobre "Mouros", Mouras", "Marias" e "Marão".
o post que viu faz parte de um glossário em elaboração. apenas isso.
um abraço.

Simoes Lopes disse...

Parabéns pelo blog.

http://www.milhazes.maisbarcelos.pt/?vpath=/inicio/historia/

Sobre Milhazes, nome antigo seria Milazes. Será que vem milho, milvus (milhafre) ou Emilius?