terça-feira, 18 de outubro de 2005

O Topónimo "Ponte"


sendo um elemento arquitectónico essencial para assegurar a travessia de rios e ribeiros, a ponte constituiu desde sempre um fator de libertação e de fascínio, símbolo de outras travessias do destino do Homem. Em Roma, o "pontifex", o "fazedor de pontes", o detentor das chaves que lhe davam acesso, era, tal como Pedro o apóstolo, o sacerdote dos sacerdotes, hoje em dia representado pelo Papa.
no tempo em que se pôs o nome a todas as coisas e lugares, as pontes eram por si só suficientemente importantes para designar o sítio onde as construiam.
este topónimo tem a característica de assinalar locais de passagem de antigas linhas viárias.
consoante a língua que lhes pôs o nome e as particularidades arquitectónicas, históricas ou geográficas, assim ficaram na toponímia registadas como :

Alcântara

Alcantarilha (espécie de "ponte ao contrário", é uma construção que permite o cruzamento de um canal por baixo de uma estrada)

As Pontes (Gz.)
Pontão
Ponte Barxas (Gz.)
Pontecesures (Gz.)
Ponte da Barca
Ponte da Misarela
Ponte da Mucela
Ponte das Três Entradas
Ponte de Lima
Ponte de Prado
Ponte de Serves
Ponte do Bico

Ponte do Boitaca - do nome do arquitecto francês Boitac que a terá construído e que construiu, ali ao pé, o Mosteiro de Santa Maria da Vitória ou da Batalha

Ponte dos Mouros
Pontes
Pontevedra ou Ponte Vedra (Gz.)
Pontével
Ponte Velha - o mesmo que "Ponte Vedra", mas linguisticamente mais nova
Pontinha

este tópico foi retomado posteriormente, aqui.

6 comentários:

Jo Lorib disse...

Permita-me juntar um tema correlato , o Vau , local onde passavam os caminhos por ser o rio mais raso.Existem vilas com esse toponimo , p.ex Vau d'agua , Vau da Casa ( a terra de meu avo , perto do Carvoeiro).Pena que os fazedores de placas estejam trocando erroneamente para Vale.O equivalente na lingua inglesa seria ford , cf. Oxford.
Aproveito para parabenizar pelo otimo blog , um dos mais uteis e interessantes que achei .Jo Lorib
jolorib@gmail.com S.Paulo , Br

o viajante disse...

Obrigado por contribuir para este blogue. Quanto a "Vau" e a "Vale", tem toda a razão nesse caso. Vou ter seu blogue debaixo de olho. É muito bom.
Volte sempre.

Calidonia disse...

Na Galiza é muito comum o apelido "Bao" (de "vadu"). Na toponímia já está recuperada a forma etimolóxica con "v". Em Leão, podemos atopar Toral de los Vados, topônimo do qual gosto muito porque tenho a suspeita de significar "Vao dos Vaos", ou Toro, lugar de origem do afamado vinho.

o viajante disse...

eu estudo a toponimia asture e leonesa, porque a toponimia requer comparações, não só das fontes mais próximas como essas mas, tamém, de fontes mais longínquas, como a toponímia euskera, etrusca, albanesa, germãnica e, evidentemente, celta. A sua hipótese é plausível

Anônimo disse...

Olá!
Estou a procurar saber o porquê do nome da Ponte de Serves. (Rio Ave, ligando V.N.Famalicão a Guimarães)
Dizem que era por ali que passava a Estrada Real do Porto para Guimarães - seria? Alguns dizem que a pote é romana, outros dizem que foi construída na Idade Média.
Alguém pode ajudar? onde procurar?
Obrigada.
Aida
Aidam_carvalho@portugalmail.pt

filomeno2006 disse...

Puentedeume