quinta-feira, 30 de março de 2006

Topónimos Tupi-Guaranis (5)

conclui-se agora a viagem pela toponimia tupi-guarani. só foram aqui chamados os principais topónimos que podem encontrar paralelo na toponímia galego-portuguesa e brasileira de língua portuguesa e, assim, ajudar a compreender as lógicas ou as motivações que estão por detrás dos nomes dos rios, das serras, das aldeias, das planícies, enfim, da toponímia em geral, que numa estratificação histórica, civilizacional e linguística, como aquela que ocorreu no espaço galego-português, deu origem a designações já difíceis de decifrar e a homofonias e convergências enganosas em que muita gente se perde e faz perder os outros.
há muitos outros topónimos tupi-guaranis, mas, na sua maior parte, dizem respeito a especificidades locais da fauna e da flora que seria fastidioso e de pouca utilidade enumerar. por outro lado, também não esgotariam a proveniência linguística da toponímia nativa brasileira, porque deixariam sempre de fora os topónimos criados por tribos que não são de fala tupi-guarani, como os tapuias e os caribes.

alguns topónimos tupi-guaranis (de U a Z) e seu significado em português:

Ubatuba - de ybá (canoa)+tyba (muito, colecção): "sítio das canoas", "porto das barcas (canoas)"

Umuarama - outra criação de erudito, neste caso Silveira Bueno, a partir do tupi-guarani. foi forjada de embu (lugar)+ara (cheio de luz, soalheiro)+ ama (muitos, reunião): "lugar soalheiro e bom para juntar pessoas (amigas)". é nome de uma cidade do Paraná

Upamoroti - de ypá +moroty: "lagoa clara"
Utinga - de y (água, rio)+tinga (branco): "rio branco"

Vupabussú - de upabussú: "lagoa branca". nota: não há o som "v" em tupi-guarani

Ybatuba: "muita fruta": "pomar"
Ybitiguassú: "serra grande"
Ybytimirim: "serra pequena"

Ymirim: de y(água, rio)+mirim (pequeno): "rio pequeno", "riacho", "arroio", "ribeiro", "regato"


3 comentários:

Jo Lorib disse...

Muito boa esta série de postagens sobre toponímos tupi-guarani.
Mudando um poquinho de assunto,o amigo já escutou falar em toponímos de origem 'semita'na costa do Brasil à época dos descobrimentos,como 'goiaó'ou 'gohiaó' ? Vi isso num tópico sobre a cidade de Santos aqui pertinho.Abraços desde São Paulo.

o viajante disse...

na verdade já ouvi falar disso. mas desconfio. sabe que os judeus descobrem nas palavras e nos números coisas incríveis. mas semita pode ser também fenício. há quem fale que os fenícios chegaram ao Brasil. pode ser. os vickings também terão chegado ao continente americano. mas um problema é validar os achados. e outro, se calhar maior, é explicar como meia dúzia de estrangeiros perdidos no mundo chegam para botar o nome a uma terra e a terra ficar co ele pra sempre.
aquele abraço desde coimbra

luiz disse...

Eu gostaria de comprar um dicionário de topônimos Tupi-/Guaraní. Alguma sugestão de onde e como conseguir?