domingo, 4 de fevereiro de 2007

Linhares


pode dizer-se que nasci entre cultivadores do linho. em casa dos meus avós maternos toda a gente sabia tudo sobre o linho e todas as mulheres trabalhavam nele, desde a pré-fiação à tecelagem, costura e bordo. vivi a minha infância entre lençóis, toalhas e bordados de linho.
ainda há por lá os restos de teares, dobadouras, fusos, rocas, sei lá. veio depois a popline, o algodão, a fibra têxtil. o cultivo do linho foi decaindo por falta de procura, reservado para fins e ocasiões especiais.
vem isto a propósito dos topónimos "Linhares" e aparentados.

"linhares" ou "linhais" são campos de cultura do linho. presupõem as condições necessárias para o desenvolvimento do cultivo dessa planta (abundância de água e temperaturas baixas). o topónimo ocorre no singular, no plural e no diminutivo. no Brasil existe a cidade de Linhares (ES) - ver Comentº Jolorib. é topónimo frequente na Península Ibérica, aparecendo em lugares muito afastados de Portugal e da Galiza, sob a grafia castelhana "Liñares". "linhar" e "linhares" são as formas mais galaico-durienses, enquanto "linhais" aparece mais no Ribatejo, Alto Alentejo e Algarve.

Campo dos Linhais
Linhais
Linhais da Serra
Linhar - o mesmo que "linhal" (campo de cultivo do linho)
Linhar da Escola
Linhar da Peixota
Linhar de Pala
Linhar do Carrezido
Linharelo - diminutivo de "Linhar"
Linhares (Pt., Gz. e Br.)
Linhares da Beira
Linharinho (Gz.) - diminutivo de "Linhar"
Linharinhos (Gz.)
Linheira (Gz.)
Linheiras (Gz.)
Linheiro (Gz.)
Porto do Linho (Gz.)
Quinta do Linhais
Ribeira de Linhais
Rua do Linhar



2 comentários:

Jo Lorib disse...

Aqui no Brasil não se cultiva o linho, este toponimo deve ter aparecido por influência de alguem que tivesse este nome. Abraços desde São Paulo.

o viajante disse...

"Linhares" (ES) deve o seu nome ao Conde de Linhares, D. Rodrigo de Souza Coutinho,por ocasião da reedificação do povoado, em 1809.
sobre a cultura do linho no Brasil, veja esse saite
Abraços desde Coimbra.