sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

Vigo, ou Como um Microtopónimo se Tornou uma Grande Cidade



vicus
, em latim, significa "aldeia (sem muralhas)", coisa pouca para a importância relativa dos topónimos. há vários topónimos derivados de vicus mas nenhum com a sorte de "Vic", na Catalunha, e muito menos com o destino de "Vigo", cidade galega 10 vezes maior que a catalã.
Vigo chamou-se Vicus Spacorum, no tempo dos romanos, querendo com isso indicar que a aldeia era habitada pela tribo ou pela gens dos Spacos. (ver Comentº de Calidónia). fossem eles isso ou outra coisa, o que eles faziam então não devia ser muito diferente do que fazem hoje os habitantes de Vigo e da sua Ria, descontando, claro, o neoliberalismo industrial, comercial e cultural que nos come a todos. ou seja, dedicavam-se à lavoura, pesca e marisqueio.
e deviam ter a mesma sorte grande: viver num espaço geográfico que só não garanto nem juro que é o mais belo do mundo porque não conheço mundo que chegue.

outros derivados de vicus:

A Biqueira (Gz.) - ver "Vigueira"
A Viqueira (Gz.) - ver "Vigueira"
Bico -
Corno de Bico -
Ponte do Bico -
Vigo (Ast.)
Vigo (Gz.) - ver Comentº de Calidónia. ver Comentº Anónimo.
Vigo (Le.) - ver Comentº de J. Manuel Outeiro
Vigobó (Gz.)
Vigueira (Gz.) - aldeia de gente oriunda de Vigo?
Vigueira de Arriba (Gz.)
Vy (Fr.)
Vic (Cat.)
Vic (Fr.)

Vichy (Fr.) - de lat. vici, plural de vicus (Louis Nadeau, 1869). à letra: "várias aldeias". é certo que há quem lhe dê outras herdanças, mas esta é a que eu gosto mais.

Vicq (Fr.)

e, claro está, a palavra vizinho, que significa "todo aquele que vive na (mesma) aldeia". ou vicus.

14 comentários:

Calidonia disse...

Tenho entendido que há uma discussom nom fechada acerca da localizaçom exacta de Vicus Spacorum. Algumas pessoas situam-no en um lugar de Redondela já dessaparecido, além de que as distâncias que descrevem os escritos antigos desde Tude (Tui) e Turonia (Troña, Ponteareas) sei que calham melhor com Redondela.

Tam´bém há um outro Vigo perto da Corunha.

Com tudo, o importante, sim, é a beleza da Ria de Vigo. A cidade, em fim, queremo-la também ;-)

o viajante disse...

bom, para mim o importante não é que "Vigo" seja ou não a "Vicus Spacorum". o importante é que foi um "vicus". e se ainda por cima era menos importante que a "Vicus Spacorum" só faz justiça ao título do post: "Como um microtopónimo se tornou uma grande cidade"...
muito obrigado polo comentário.
quanto à maravilha da Ria e da Cidade...bom, acho que já disse tudo.
noraboa.

lúa disse...

que vou dicir eu de vigo?

si, recoñezo que é unha cidade caótica, si. e que? é a miña cidade, e polo tanto eche ben bonita. :)

asi que os de vigo somos viciños, queiramos ou non...

gústame!!!

(graciñas)

o viajante disse...

bem sei que és de Vigo.
este post é dedicado à Lua...

lúa disse...

pode ser por un egocentrismo esaxerado, pero pensei no momento de lelo que mo estabas escribindo a min. tomeino así.

e agora queda evidente e non hai palabras que poidan expresar o rubor da miña cara nestes momentos.

graciñas. moi sinceras.

un beijinho, un só, pero de verdade. (evito utilizar a palabra galega para non resultar pornográfica :-p )

J. Manuel Outeiro disse...

Existe também um Vigo nos confins da galegofonia eu-naviega. Tenho entendido que é a última povoaçom de língua galega em Astúrias, a seguinte após Návia, indo a Leste. Eu estivem apenas de passagem antes de ouvir disto e nom deu para comprovações lingüísticas.

João Guisan comenta, num artigo na Agália com motivo de o Dia das Letras ter sido dedicado a três trovadores medievais, que o mar de Vigo das cantigas bem poderia referir a algum outro Vigo português e nom ao galego.

o viajante disse...

obrigado a J. Manuel Outeiro.
noraboa

o viajante disse...

À Lua,
nom sei de que bicos falas. aqueles que eu conheço são, simplesmente, eróticos :-b)

lúa disse...

así que ademáis de pornográfica estou a resultar 'arrastrada'.

tal vez sexa unha expresión feita, unha forma de falar de nivel baixo.

creo que por aquí aparece unha acepción do bico pornográfico.

así que acepto esos beijos eróticos coa esperanza de que non mude a visión lunática da miña persoa cibernética.

o viajante disse...

e por que haveria eu de mudar de opinião?
além do mais, quero dizer-te que tens o blogue mais bonito, feminino e poético que eu conheço. pena que não leves a sério os teus talentos. a tua tolémia é, simplesmente, genial.

Anônimo disse...

Olás,

Tenho dúvidas de que se possa vincular Vigo a Bico. Por ex. Bico de Meda ou Subico referem claramente o cimo de uma montanha. É extranho o /k/ nao ter sonorizado. Revisá-lo-ei mas Vigo e Bico diferentes, na partida!

Saudaçoes desde a Artábria.

o viajante disse...

sim, pode ser que tenha razão em alguns Bicos e não noutros.
a Ponte do Bico fica num lugar baixo.
noraboa.

Anônimo disse...

Tambem hai un Vigo no concelho de Boqueijóm perto de Santiago

o viajante disse...

obrigado polo contributo